terça-feira, 20 de outubro de 2009

"Um grande amor cura-se com outro grande amor"
Sobre esta frase só tenho a dizer que devia ser proibida a venda de substâncias ilícitas, especialmente a pessoas susceptíveis de criarem teorias deste género. Até porque é mentira!

Um grande amor cura-se com lágrimas, gritos, dor, desespero, puxar de cabelos, humilhação e tudo o mais, conforme manda a lei da gaja.

Depois com as amigas, aquelas de ombros grandes e braços sempre abertos, as que dão festinhas e as que dão carolos, as verdadeiras portanto! Com amigos parvos que não dão uma para a caixa e se estão a lixar para os nossos dramazinhos, mas mesmo assim nos fazem rir. Com pessoas que não nos conhecem bem e mesmo assim nos abrem os olhos para ver coisas diferentes e nos dão a esperança de um futuro melhor. Com compras, roupas novas, maquilhagem, push-ups daqueles que puxam as mamas e o ego até ao nariz, com jantares, com copos, com piadas, com gargalhadas, com histórias (umas para contar, outras para esquecer...). Com dias de praia fora de tempo, com noitadas, com esplanadas e cafés, com conversas non sense, com falsas promessas, com verdadeiras promessas, com "não prometo nada". Cura-se com um "podes confiar em mim" seguido de um pensado [mas amanhã não te vou ligar]. Cura-se com novas (des)ilusões, com trabalho, com amor próprio, com auto-estima. Com pouco tempo pra ter vida, com pouco tempo pra descansar, com pouco tempo para pensar.
Acima de tudo cura-se com força de vontade de seguir, de ser feliz, de sorrir mais, de se zangar menos, de dar menor importância ao que não importa, de dar mais importância às amizades....

Tudo se cura as mil vontades de novos começos e de viver novas estórias...

7 comentários:

Sávio Fernandes disse...

Eu encaixo-me ali nos "amigos parvos".

[...]push-ups daqueles que puxam as mamas e o ego até ao nariz[...]
Isto é muito bom mesmo.

Sávio Fernandes disse...

err... referia-me à frase, não aos push-ups...

Mas pronto, os push-ups também são bons, sim senhora.

isa disse...

Não tens condições nenhumas...

Sávio Fernandes disse...

Claro que tenho... e para o provar, proponho a troca de uma foto minha de nariz vermelho por uma tua de push-up. Que me dizes, hã..?

isa disse...

Não sei se te avisaram sobre uma cláusula importante do meu blog. É que é lido por crianças e pais de família, ainda que haja poucos registos escritos que comprovem a existência de leitores...
P'lo que essa proposta me parece totalmente inadequada, ainda pra mais porque tu não cumpriste o desafio da outra foto... :p

Sávio Fernandes disse...

Estou certo que os "pais de família" que te lêem sabem a diferença entre um comentário indecente e outro com sentido de humor. Quanto às crianças, duvido que saibam o significado de push-up; de mamas, talvez. Em qualquer dos casos, cabe aos "pais de família" a tarefa da explicação. Com algum humor, espera-se. (;

Susaninha disse...

Adorei este post e o teu blog:):)
SUUUUUUUUUrrisinhos dos bins com muitas ESTÓRIAS:):)